Vídeos

Loading...

domingo, 8 de novembro de 2009

Seminário da Diversidade Cultural – Entendendo a Convenção



Programação Seminário do Mato Grosso do Sul

O Seminário da Diversidade Cultural – Entendendo a Convenção é uma iniciativa do Ministério da Cultura que, por meio da Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural, participa desde o início da discussão e elaboração da Convenção sobre a Proteção e a Promoção da Diversidade das Expressões Culturais, adotada pela Unesco em outubro de 2005. Este seminário integra o esforço do MinC de refletir democraticamente, junto com os gestores públicos e privados de cultura e com a sociedade em geral, sobre os temas que vêm sendo debatidos no âmbito do Comitê Governamental da Convenção, fórum que o Brasil integra, como membro reeleito.

Data: 6 e 7 de novembro de 2009

Local: Centro Cultural José Octávio Guizzo da Fundação de Cultura do Mato Grosso do Sul – Campo Grande, MS
Parceria: Fundação de Cultura do Mato Grosso do Sul
Observatório da Diversidade Cultural

Objetivos: Difundir o conteúdo e os objetivos da Convenção sobre a Proteção e a Promoção da Diversidade das Expressões Culturais, especialmente junto aos gestores públicos e privados de cultura, em todos os níveis da Federação, para que todos os entes federativos se apropriem do seu conteúdo. Adotada pela Assembléia Geral da Unesco em outubro de 2005 e promulgada no Brasil em agosto de 2007, a Convenção tornou-se um documento jurídico essencial para as políticas públicas de cultura no país e nos outros 98 países que o adotaram até esta data.

Dia 06 -sexta-feira
Manhã

9h – Abertura

Américo Córdula, Secretário da Identidade e Diversidade Cultural
Américo Calheiros, Presidente da Fundação de Cultura do Mato Grosso do Sul
Athayde Nery , Fundação de Cultura de Campo Grande

10h – Mesa 1 – A Convenção sobre a Proteção e a Promoção da Diversidade das Expressões Culturais

Ementa: Gênese, histórico de negociações, conceitos, objetivos e princípios diretores da Convenção da Diversidade Cultural, atualidades das negociações no Comitê Intergovernamental.

Palestrante:
Giselle Dupin
– Coordenadora da Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural e membro da Delegação brasileira no Comitê Intergovernamental da Convenção.

Tarde

14h30 – Mesa 2 – Proteger e Promover a Diversidade Cultural

Ementa: Artigos 5, 6, 7 e 8 da Convenção, que tratam dos direitos e obrigações dos países que integram a Convenção, tais como as medidas que eles devem tomar para a promoção e para a proteção das expressões culturais. Como as políticas públicas de cultura e de educação no Brasil estão respondendo aos desafios da Convenção.

Palestrantes:
- Américo Córdula, Secretário da Identidade e da Diversidade Cultural
- Nilson Rodrigues, Produtor de Cinema, foi Diretor da Agência Nacional de Cinema, ANCINE
- Ozeas Lima Veras, Secretário Municipal da Diversidade Cultural da Cidade de Sinop – MT
- Márcia Fabiana, Coordenadora da Diversidade da Secretaria de Educação do Mato Grosso do Sul – MS

Relatora:
Adriana Cabral
– SID/MinC

17h30 – Café e programação cultural, com a apresentação do Grupo Camalote

Dia 07 – sábado
Manhã

9h – Mesa 3 – Diversidade Cultural e Sociedade Civil

Ementa: Artigos 10 (Educação e Conscientização Pública) e 11 (Participação da Sociedade Civil). Como a educação e a sociedade civil podem participar da implementação da Convenção.

Palestrantes:
- José Márcio Barros, Observatório da Diversidade Cultural – MG
- Luiz Sérgio de Castro Lopes, Fórum Permanente Regional de Cultura de Goiás – GO
- Márcia Raquel Rolon, Gestora do Programa Sociocultural do Instituto Homem Pantaneiro – MS

Relator:
Piatã Stoklos (Projeto U-40 – SP)

Tarde

14h – Mesa 4 – Diversidade Cultural e Desenvolvimento

Ementa: Artigos 13 e 14, sobre a importância da diversidade cultural nas políticas de desenvolvimento e de desenvolvimento sustentável.

Palestrantes:
- Losandro Antonio Tedeschi, Núcleo de Assessoria e Estudos Interculturais da Universidade Federal da Grande Dourados – MS
- Pablo Capilé, Coletivo Espaço Cubo Cultural, de Cuiabá – MT
- Professor Devanildo Ramires, Ponto de Cultura Teko Arandu – MS


Relatora:
Andréa Freire (Pontão de Cultura Guaicuru – MS)

17h30 – Café



Palestrantes do Seminário da Diversidade em Campo Grande – MS

americo-3 AMÉRICO CÓRDULA

Ator e pesquisador em culturas populares, formado em Ciências da Computação pela Universidade Mackenzie de São Paulo. Foi coordenador do Fórum Permanente das Culturas Populares, que idealizou junto com o Ministério da Cultura o 1º Seminário Nacional de Políticas Públicas das Culturas Populares, realizado em Brasília em fevereiro de 2005. Atualmente, é o Secretário da Identidade e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultural, órgão responsável pela condução das políticas públicas para os eixos da diversidade cultural tais como: Culturas Populares, Culturas Indígenas, Cultura LGBT, Culturas Ciganas, Diversidade Etária, Saúde e Cultura (Deficientes, Transtorno Mental e Saúde do Trabalhador), Rede Cultural da Terra, e Pescadores Tradicionais. Faz parte da delegação brasileira no Comitê Intergovernamental da Convenção da Diversidade Cultural da UNESCO.

giselle-dupin GISELLE DUPIN

Graduada em Comunicação Social pela UFMG, com Especialização em Relações Internacionais (PUC/MG) e Master em Gestão Cultural (Paris Dauphine), é Coordenadora da Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura, e membro da delegação brasileira no Comitê Intergovernamental da Convenção.

jose-marcio-pinto-de-moura-barros JOSÉ MÁRCIO PINTO DE MOURA BARROS

Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais, é Mestre em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas e Doutor em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professor do Programa de Pós Graduação em Comunicação da PUC Minas, e do Curso de Ciências Sociais e Comunicação Social da PUC Minas. É professor e coordenador pedagógico dos cursos de especialização de Ensino e Pesquisa no campo da Arte, Cultura e Educação da Escola Guignard da Universidade do Estado de Minas Gerais, e do curso de especialização em Gestão Cultural na Universidade de Cuiabá. É autor do livro “Comunicação e Cultura nas avenidas de contorno”, publicado pela Editora PUC Minas, e organizador da obra “Diversidade Cultural da proteção à promoção”, publicado pela Editora Autêntica. É o Coordenador do Observatório da Diversidade Cultural, entidade parceira do MinC na realização deste Seminário.

Prof. Dr. Losandro Antonio Tedeschi 2 LOSANDRO ANTONIO TEDESCHI

Graduado em Filosofia, é mestre e doutor em História pelo programa de Pós-Graduação em Historiografia Latino Americana – UNISINOS. Atualmente, é Professor da Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD, onde coordena o Núcleo de Assessoria e Estudos Interculturais – NAEI e trabalha como pesquisador na Área de História das Mulheres, Gênero, Interculturalidade, Patrimônio Imaterial e Memória. Coordenou projetos sobre patrimônio imaterial em convênio com o IPHAN, e projetos sobre Interculturalidade, Educação e Povos Indígenas junto à UNESCO. É também colaborador do Instituto Andaluz do Patrimonio Histórico – IAPH/Sevilla).

Luiz Sérgio de Castro Lopes LUIZ SÉRGIO DE CASTRO LOPES

Acadêmico do Curso de Direito, desenvolve pesquisas na área de Direitos Culturais e Políticas Culturais. É Pesquisador Chefe do Projeto “Uma Política Cultural para o Desenvolvimento Sustentável”, vinculado à Diretoria de Pós-Graduação e Pesquisa da Universidade Salgado de Oliveira – UNIVERSO – GO. É Presidente do Fórum Permanente Regional de Cultura do Estado de Goiás, Membro Fundador e Coordenador do Fórum de ONGs do Estado de Goiás. Atualmente está atuando como Facilitador da II Conferência Nacional de Cultura no Estado de Goiás.

Prof. Marcia2 MÁRCIA FABIANA DA SILVA

Formada pelo Centro de Ensino Superior Prof. Plínio Mendes dos Santos em Graduação de Professores da Parte de Formação Especial do Currículo do Ensino do 2° Grau (Licenciatura Plena), Licenciado Para o Magistério da Parte de Formação Especial do Currículo do Ensino de 2° Grau, com Habilitação em Administração, Comércio, Crédito e Finanças, e pela Faculdade Integrada de Fátima do Sul, o Curso de Pedagogia (Licenciatura Plena), com Habilitações em: Magistério das Matérias Pedagógicas do Ensino de 2° Grau e Supervisão Escolar de 1° e 2° Graus, Pós Graduação (Lato Sensu), em Metodologia de Ensino Superior Nível de Especialização, pela Faculdade Integradas de Fátima do Sul, Mestra em Ciências da Educação, pela Universidad Técnica de Comecialización y Desarrollo – Assunción-PY, e Doutoranda em Ciências da Educação, na Universidad Técnica de Comecialización y Desarrollo – Assunción-PY. Atualmente, é Coordenadora de Políticas para Diversidade da Secretária de Estado de Educação do Estado de Mato Grosso do Sul, coordenando a Educação Básica do Campo, Educação para Igualdade de Gênero, Educação Prisional, Igualdade Racial e Educação Indígena.

Márcia Raquel Rolon MÁRCIA RAQUEL ROLON

Graduada em Educação Física, é Mestranda em Estudos Fronteiriços pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Participou, como bailarina, de festivais no Brasil, Bolívia, Paraguai e Itália, e recebeu, em 2007, a “Medalha do Mérito Artístico” do Conselho Brasileiro da Dança. Representante oficial no Brasil do Conselho Internacional da Dança”, da Unesco, atualmente é Gestora do Programa Sociocultural do Instituto Homem Pantaneiro – MS.

Ozeas Lima Veras OZEAS LIMA VERAS

Graduado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, atuou como empresário na área de informática. Também participou do Movimento Estudantil, tendo sido vice-presidente do Diretório Central dos Estudantes – DCE da Universidade do Estado do Mato Grosso, quando promoveu grandes eventos culturais no Estado. Atualmente, é o Secretário Municipal da Diversidade Cultural da Cidade de Sinop – MT.

Paulo Capilé PABLO CAPILÉ

Vice-presidente da Abrafin e coordenador de planejamento dos festivais Calango e Grito Rock, foi um dos fundadores, em 2002, do Espaço Cubo, instituto cultural cuiabano que desenvolve ações no campo da cultura em todo o Brasil. É sócio-fundador da associação Casas Associadas, e um dos articuladores do Circuito Fora do Eixo, rede que integra hoje dezenas de coletivos dedicados ao setor em todo o Brasil.

Devanildo Ramires PROFESSOR DEVANILDO RAMIRES – Ponto de Cultura Teko Arandu – MS

É Guarani, da etnia Kaiowá, e tem o nome indígena Kunumi Poty. É professor de nível médio, formado pelo Projeto Ára Verá (espaço iluminado), em 2006, e responsável pelo Ponto de Cultura Teko Arandu, localizado na aldeia Tey Kue, no município de Caarapó. Esse Ponto de Cultura preserva a cultura indígena guarani na região, promovendo atividades de informática livre, música, teatro e audiovisual. Atualmente, cursa a licenciatura intercultural indígena na Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD.

Nenhum comentário: